Buzz Aldrin envergonhado com programa espacial americano

O segundo homem a pisar a Lua assume que, 50 anos depois, está envergonhado com a falta de progresso do programa espacial norte-americano