Teletrabalho, ginásios e lotação dos restaurantes: o que muda na terceira fase de desconfinamento

 

O primeiro-ministro António Costa anunciou esta sexta-feira as medidas que serão adaptadas na terceira fase de desconfinamento e sublinhou que a evolução do crescimento da pandemia em Portugal está estabilizada.

Sublinhando que Lisboa e Vale do Tejo é a região que mais preocupa as autoridades de saúde, o Conselho de Ministros decidiu que os centros comerciais e Lojas do Cidadão na região de Lisboa vão reabrir apenas a 5 de junho.

Também as lojas com mais de 400 metros quadrados vão permanecer encerradas, assim como as feiras que continuam suspensas. Outro setor que sofre alterações é a restauração cujo limite de 50% de lotação termina no dia 1 de junho.

Outra novidade que surgiu da reunião do Conselho de Ministros: os ginásios vão poder voltar a abrir as portas ao público no dia 1 de junho, desde que cumpram as normas de segurança divulgadas pela DGS.

Sobre "Notícias"