Tiago Guerra sobre condenação e fuga de Timor: “Não aconselho ninguém a fazer o que nós fizemos”

O português que esteve detido em Timor e que foi condenado sem provas, quebrou pela primeira vez o silêncio. Depois de fugir para a Austrália, conta como foi a viagem num pequeno barco de Dili até Darwin e, como ele e a mulher, planearam a fuga. Uma entrevista exclusiva à jornalista da TVI Ana Leal, em que fala ainda do reencontro com os filhos e a família, já em Portugal