"Tinha morrido na farmácia se não fossem as pessoas que lá estavam"

No primeiro dia de luto nacional pelas mulheres vítimas de violência doméstica, uma vítima deu à TVI um testemunho emocionante dos momentos de horror pelos quais passou. Foi agredida a soco e a pontapé pelo companheiro, à frente dos colegas de trabalho. Sobreviveu e dá a cara para encorajar outras mulheres a denunciarem os agressores.