To Jó: crime em 1999 foi premeditado e planeado durante vários meses

A opinião pública ficou em choque durante muito tempo com o crime de Ílhavo. António Jorge, planeou tudo muitos meses antes de matar a mãe e o pai em 1999. No julgamento, o tribunal que o condenou, ilibou a namorada e um amigo. Ainda hoje, quase duas décadas depois, há pormenores do caso que ficaram por explicar