Três inspetores do SEF investigados pela morte de imigrante ucraniano

A Polícia Judiciária está a investigar o homicídio de um imigrante no aeroporto de Lisboa, com contornos de extrema violência, dentro de uma sala de assistência médica.

Os suspeitos são inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras(SEF), que terão depois tentado ocultar as circunstâncias da morte. A autópsia revelou que houve tortura. 

Sobre "Diário da Manhã"