Tribunal da Lourinhã: 25 anos prisão para homens que espancaram tio e balearam sobrinha

Um dos arguidos, de 41 anos, estava acusado de um crime de homicídio, outro de homicídio na forma tentada, três crimes de roubo agravado, três de sequestro agravado e dois de detenção de arma proibida.

O outro arguido, de 22 anos, vinha acusado de um crime de roubo agravado e outro de violação.

Coletivo de juízes deu como provados os factos de que os dois arguidos, de 41 e 22 anos, sem cadastro criminal, vinham acusados, condenando-os a 25 anos de prisão, em cúmulo jurídico.

Sobre "Jornal das 8"