"Um aumento diário de 6 cêntimos não dá para comprar sequer um pão"

Em dia de greve nacional, os funcionários públicos manifestam-se em Lisboa, com a realização de uma marcha que passou pela Assembleia da República e dirige-se para São Bento, a residência oficial do primeiro-ministro.

Sobre "Notícias"