Um pacote suspeito dirigido a António Costa fechou os CTT de Cabo Ruivo

Um pacote suspeito dirigido ao primeiro-ministro, com remetente italiano, lançou o alerta nos CTT de Cabo Ruivo, em Lisboa.

A PSP esteve no local e concluiu tratar-se de uma carta sem químicos ou explosivos, que está agora a ser analisada no Instituto Ricardo Jorge.

Sobre "Jornal da Uma"