Usar ou não usar máscaras comunitárias?

Por causa das novas variantes da covid-19, vários países europeus proibiram o uso de máscaras comunitárias em espaços públicos. Até agora, em Portugal, ainda não existe qualquer indicação oficial da DGS para o uso de máscaras FFP2.

As opiniões dividem-se. "Neste momento particularmente complexo, teremos de optar por aquilo que nos dá mais proteção", afirma Tiago Alfaro, da Sociedade Portuguesa de Pneumonologia, que é favorável à proibição das máscaras comunitárias.

Já Brás Costa, diretor-geral do CITEVE - Centro Tecnológico de Têxteis e Vestuário, lembra que há máscaras comunitárias que garantem 90% de proteção e que Portugal tem regras mais apertadas do que o resto na Europa. O mais importante, diz, é que as máscaras tenham  clipe nasal "um elemento fundamental", que "garante que as máscaras aderem ao rosto"

Sobre "Jornal da Uma"