Vacina da Pfizer é menos eficaz acima dos 65 anos, revela estudo

Quase 20% dos idosos não chegam a desenvolver imunidade contra a covid-19, mesmo depois das duas doses da vacina da Pfizer. A conclusão é de uma investigação da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, que acompanha 1500 pessoas desde o início do ano. O estudo permitiu ainda verificar que a vacina tem maior eficácia nas pessoas com menos de 65 anos
 

Sobre "Jornal da Uma"