Oposição nas ruas defende que Maduro nunca terá a obediência dos populares. O presidente reclamou vitória nas eleições para a Assembleia Constituinte, alegando que mais de oito milhões votaram