"Vi mães a gritar pelos filhos e pessoas queimadas"

André Pinto é português e ficou ferido na sequência da explosão no metro de Maelbeek, em Bruxelas. Conta aos enviados especiais da TVI Margarida Martins e Miguel Bretiano que o primeiro pensamento que teve foi que tinha de se salvar e fugir o mais depressa possível.