Vítima de violência doméstica pediu ajuda à Segurança Social. Foi-lhe dito que fizesse marcação

Uma vítima de violência doméstica há quase um ano teme ser outra vez agredida pelo marido, enquanto o agressor ainda não tem a pulseira electrónica. Com receio, a mulher pediu ajuda urgente à Segurança Social e os serviços de Vila Franca de Xira mandaram-na fazer uma marcação.