"Vítor Oliveira nunca parou no tempo, nunca se achou dono da verdade"

Cândido Costa recorda os feitos de Vítor Oliveira, o rei das subidas, que morreu este sábado depois de sofrer um ataque cardíaco. 

O antigo jogador lembra os tempos em que foi treinado por Oliveira no Arouca e expressou que o treinador "é enorme".

Sobre "Notícias"