Volkswagen: corte de 30 mil trabalhadores não afeta AutoEuropa

A AutoEuropa não será afetada pelo corte de 30 mil trabalhadores da Volkswagen que será efetuado até 2020. Dois terços dos despedimentos serão nas fábricas da Alemanha.

O objetivo do fabricante automóvel é reestruturar o grupo, que perdeu 18 mil milhões de euros entre reparações e multas devido a o esquema fraudulento que adulterava as emissões de gases dos veículos a gasóleo.