O Ministro da Economia desvalorizou esta quinta-feira os efeitos da greve geral de ontem. Os sindicatos dizem que 3 milhões de pessoas suspenderam funções em protesto contra as medidas de austeridade, o que se traduziria numa adesão superior a 60%; o Governo fala apenas em 20%.

«Obviamente não foi uma greve geral, foi uma greve parcial», disse Vieira da Silva, citado pela Lusa, em Bruxelas à margem de uma reunião dos ministros responsáveis pela Competitividade da União Europeia.

O ministro admitiu, no entanto, que a greve «teve algum impacto, ainda que minoritário, na administração pública, teve um impacto com algum significado no sector dos transportes». Mas, ainda assim, «teve um impacto muito minoritário na actividade privada».

«Se houvesse três milhões em greve, o país estaria parado»

Greve geral pode custar 400 milhões à economia
Redação / VC