A FIGURA: Guedes

Saiam da frente! O experiente avançado não marcava desde os tempos do Rio Ave, em 2017/18. A fechar um ano de 2019 difícil, ainda encontrou nele motivos fortes para o recordar. Foram pouco mais de dez minutos em campo, mas suficientes para fazer estragos: dois golos, o último deles de levantar qualquer estádio

O MOMENTO: bicicleta de Guedes fora de horas!

O V. Setúbal procurava o empate depois de Guedes ter reduzido o marcador para a diferença mínima. No segundo minuto se compensação, o avançado aproveitou uma escorregadela de Morato para marcar num fabuloso remate acrobático!

OUTROS DESTAQUES

Éber Bessa: foi o responsável pela primeira ação de perigo do Vitória, logo aos 4 minutos. Abnegado e com bom sentido posicional, ajudou a fechar o meio-campo com Carlinhos.

Jota: numa noite que até aos instantes finais estava pouco propensa a heróis e na qual o futebol jogado – nas vertentes individual e coletiva – não atingiu níveis assinaláveis, o menino da formação encarnada foi o responsável pelo momento de maior inspiração das águias. Recebeu de Chiquinho, fez a diagonal para a área sadina e rematou forte para um grande golo, o segundo com a camisola principal das águias.

Chiquinho: a entrada do ex-Moreirense coincidiu com o melhor período do Benfica em campo e não há qualquer coincidência. O lance do 2-0 nasce de uma insistência dele junto à linha de fundo e antes disso teve um remate com perigo.

Morato: com apenas 18 anos, cumpriu a estreia absoluta pela equipa principal do Benfica. Não esteve sereno e acabou por ficar ligado aos dois golos do Vitória. No primeiro, a responsabilidade é também de Zlobin, mas no segundo tem uma escorregadela comprometedora que permite a Guedes empatar com um golaço e bicicleta.

David Marques / Estádio do Bonfim, Setúbal