O Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, confirmou a inscrição do V. Setúbal no principal escalão do futebol português, depois de considerar improcedente o recurso apresentado pelo Desp. Chaves.

Recorde-se que o clube transmontano, recentemente despromovido à II Liga, alegava que o processo de inscrição da formação sadina não estava em conformidade devido a um suposto incumprimento dos pressupostos financeiros.

A contestação seguiu para a comissão de auditoria da Liga (LPFP), que atestou a validade da inscrição do V. Setúbal que estava suspensa.

A 8 de julho, o V. Setúbal confirmou ter avançado com uma oposição ao recurso do Desp. Chaves, demonstrando «total tranquilidade e confiança» na atuação dos órgãos decisórios.

Nuno Travassos