Os nomeados para a 92.ª edição dos Óscares, os prémios norte-americanos de cinema, foram anunciados esta segunda-feira e a divulgação dos nomeados já está a gerar polémica. Os atores John Cho e Issa Rae revelaram os nomeados deste ano, numa transmissão a partir de Los Angeles, nos Estados Unidos, e foi aí que a controvérsia começou. Logo após anunciar os nomeados para "Melhor Realização", a atriz Issa Rae comentou, "Parabéns a estes homens!".

A categoria "Melhor Realização" é uma das principais dos Óscares. Contrariando todas as tendências ditadas pelas prémios anteriores, Greta Gerwig, nomeada em 2018 por "Lady Bird", não repetiu a proeza este ano com o filme "Little Women" (que foi nomeado para "Melhor Filme"). De fora, também ficaram Lulu Wang (com "The Farewell") e Olivia Wilde (com "Booksmart"). Esta será a 92.ª edição da cerimónia e, em toda a História, apenas cinco mulheres foram nomeadas nesta categoria. A última vencedora foi Kathryn Bigelow, pela realização em "The Hurt Locker".

Mas as críticas não se ficam pela falta de representatividade feminina e foram até às questões raciais. Não demorou muito até os internautas se insurgirem contra a ausência de Lupita Nyong'o e Beyoncé entre os nomeados para "Melhor Atriz" e "Melhor Canção", respetivamente. 

A prestação de Lupita, no filme "Us", de Jordan Peele, tem vindo a ser largamente elogiada pela crítica especializada. A atriz, que ficou conhecida graças ao trabalho em "12 Anos Escravo" era tida como certa, pela imprensa, entre os nomeados. O guião do filme, escrito por Peele, também ficou fora da categoria "Melhor Argumento Original", contra as expectativas.

Mas Lupita não foi a única artista negra cuja ausência entre os nomeados foi notada. Beyoncé, uma das mais premiadas artistas musicais de todos os tempos, não foi nomeada na categoria "Melhor Canção". Com a música "Spirit", um original para o remake do filme "The Lion King", a Queen B esteve nomeada para os Globos de Ouro. 

A cerimónia de entrega dos Óscares tem lugar na madrugada de 9 para 10 de Fevereiro (hora portuguesa).

A cerimónia de entrega dos Óscares tem lugar na madrugada de 9 para 10 de fevereiro.

 Veja também: 

/ DA