O investimento aumentou 34% até outubro, indicou esta sexta-feira o ministro das Finanças, no Parlamento. No Serviço Nacional de Saúde (SNS), em particular, atingirá este ano "o valor mais elevado das últimas décadas".

"A melhor forma de promover o futuro é através do investimento, com a responsabilidade que tem caracterizado toda a legislatura. O investimento em 2018 cresce, até outubro, 34%", afirmou Mário Centeno, perante os deputados, no âmbito da apreciação na especialidade da proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019).

No SNS cresce 52% e atingirá este ano o valor mais elevado das últimas duas décadas. Na CP - Comboios de Portugal há um forte crescimento de 21%. Na Infraestruturas de Portugal (IP) a subida é de 138%, mais 63 milhões sobretudo associado ao projeto Ferrovia 2020".

O governante continuou a enumerar, dizendo que na PJ a despesa com investimento "mais do que triplicou", com o investimento no Ministério da Administração Interna a registar um acréscimo de 47%.

"São apenas alguns dos números do que é o orçamento de 2018 e que se projetam no OE2019. Ao longo da legislatura, o orçamento da Saúde aumenta 1.900 milhões de euros e na Educação mais 685 milhões de euros".

"Respeitar equilíbrio orçamental"

Os partidos apresentaram já 527 propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2019. O prazo de entrega de propostas de alteração termina hoje às 19:00.

Centeno sinalizou a propósito destas “centenas de propostas que vão estar em análise nas próximas semanas” que “quaisquer aditamentos e alterações devem manter e respeitar o equilíbrio orçamental”.

Disse mais: o futuro do país não pode ser colocado em causa “em nenhuma circunstância”.

A proposta do Governo para o OE2019 foi entregue em 15 de outubro, encontra-se em fase de audição na especialidade até hoje e prossegue com o debate das propostas de alteração nas próximas semanas. O encerramento e a votação final global está marcada para 29 de novembro.

Com os votos favoráveis de PS, BE, PCP, PEV e PAN e os votos contra de PSD e CDS-PP, a proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) e as Grandes Opções do Plano foram aprovadas no parlamento, na generalidade, em 30 de outubro. O encerramento e a votação final global está marcada para 29 de novembro.