O candidato presidencial Joe Biden e a mulher Jill não estão infetados com covid-19, revelou esta sexta-feira o representante democrata. A notícia surge na sequência do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter anunciado que tinha testado positivo para a doença, bem como a primeira-dama, Melania Trump.

Joe Biden, candidato presidencial escolhido pelo Partido Democrata para as eleições de 3 de novembro, confirmou a boa notícia através do Twitter, agradecendo a todos os apoiantes as mensagens de preocupação.

Em jeito de indireta a Donald Trump, Joe Biden terminou a publicação a dizer "espero que isto sirva como um lembrete: usem a máscara, mantenham a distância social e lavem as mãos".

O líder dos Estados Unidos, que apresenta ligeiros sintomas, tem feito vários comentários onde mostra o seu ceticismo em relação à covid-19, tendo mesmo criticado Joe Biden por este usar recorrentemente a máscara.

Donald Trump e Joe Biden estiveram juntos no dia 29 de setembro, dia do primeiro debate presidencial. Rumores ecoaram de que o candidato democrata poderia ter ficado infetado, possibilidade que agora é negada.

Assim que foi conhecido que o presidente dos Estados Unidos e a mulher estavam infetados, Joe Biden, em seu nome e da mulher, apressou-se a desejar as melhoras: "Vamos continuar a rezar pela saúde do presidente e da sua família".

Com Donald Trump infetado o próximo debate entre os dois candidatos presidenciais, marcado para 15 de outubro, está em risco de não se realizar.

António Guimarães