A mulher de Luis Sepúlveda, Carmen Yáñes, desmentiu que o escritor esteja em coma. As declarações surgem depois de o jornal El Español ter avançado, esta quarta-feira, que o chileno estava em coma e com respiração assistida devido ao coronavírus. 

Segundo Carmen Yáñes, que prestou declarações ao diário 24 Horas, Luis Sepúlveda apresenta uma recuperação lenta, mas está a melhorar de dia para dia. O escritor mantém-se sedado, mas o seu quadro de evolução é estável.

Ele está sedado por indicações médicas, mas não em coma", referiu.

Carmen Yáñez revelou ainda que Luis Sepúlveda já recuperou da infeção num dos pulmões, e que "está a caminho de recuperar no outro".

Recorde-se que o escritor foi diagnosticado com o novo coronavírus depois de ter passado por Portugal, onde esteve entre os dias 18 e 23 de fevereiro, no festival literário "Correntes D'escritas", na Póvoa de Varzim. Os sintomas, no entanto, só se terão começado a manifestar após o regresso a Espanha.

Luis Sepúlveda, de 70 anos, permanece internado num hospital das Astúrias.

Depois de se ter sabido da infeção do chileno, a Direção-Geral da Saúde apelou para que todos os cidadãos que estiveram em contacto próximo com o escritor ligassem para a linha SNS24.

/ atualizada às 17:25