A vacina da AstraZeneca contra a covid-19 mudou de nome na Europa. Segundo a atualização da Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla original) o produto chama-se agora Vaxzevria.

A alteração foi aprovada pela EMA, depois de ter sido solicitada ao regulador europeu pela farmacêutica anglo-sueca.

A mudança de nome acontece depois de várias polémicas com a vacina na Europa. Desde polémicas na entrega de doses da vacina até à incerteza sobre a eficácia da mesma nas diferentes populações, tem sido um produto especialmente instável na luta europeia contra o SARS-CoV-2.

A EMA garante que a vacina continua a ser a mesma, reiterando a eficácia e segurança, tal como tem vindo a fazer sempre.

A vacina da AstraZeneca tem sido ligada à formação de coágulos em pessoas vacinadas, sendo que já há algumas mortes a registar. Ainda esta terça-feira as regiões alemãs de Berlim e Munique anunciaram a suspensão da vacina para pessoas com menos de 60 anos, depois de se terem registado 31 casos de coágulos, dos quais nove resultaram em mortes.

A polémica também chegou a afetar Portugal, que suspendeu toda a vacinação com AstraZeneca, que seria retomada depois do reforço de confiança da EMA no produto.

A Agência de Produtos Médicos da Suécia considera esta mudança de nome importante, revelando que também serão modificados os rótulos e a embalagem.

António Guimarães