Um urso polar muito magro e exausto foi visto numa cidade industrial da Sibéria, numa zona afastada para sul dos seus territórios de caça.

As entidades de emergência da região de Norilsk alertaram na terça-feira os residentes locais para a presença de um urso.

Anatoly Nikolaichuk, chefe do departamento de caça local, disse à agência de notícias Tass que a última vez que um urso polar foi visto na área envolvente de Norilsk foi há mais de 40 anos.

A mesma fonte acrescentou que as autoridades locais vão agora decidir como podem apanhar o animal e devolvê-lo ao norte.

Os ambientalistas afirmam que os animais selvagens estão a sofrer com a redução do ambiente de caça e a diminuição do gelo, à medida que o Ártico vai ficando mais quente. Alguns destes animais têm-se aventurado para sul à procura de comida.

Esta semana, uma fotografia impressionante tornou-se viral nas redes sociais porque ilustra bem como o gelo está a derreter rapidamente no Ártico.