O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, receberá o primeiro-ministro israelita, Naftali Bennett, a 26 de agosto na Casa Branca, anunciou a porta-voz da Presidência norte-americana.

O Presidente [Biden] e o primeiro-ministro Bennett abordarão questões essenciais relacionadas com a segurança regional e global, incluindo relativas ao Irão”, indicou Jen Psaki em comunicado.

 

“Esta visita será igualmente uma oportunidade para os dois dirigentes discutirem esforços para promover a paz, a segurança e a prosperidade dos israelitas e dos palestinianos e a importância de trabalhar para um futuro mais pacífico e mais seguro na região”, precisou.

A estreita relação entre Israel e os Estados Unidos atravessou um período difícil quando Biden substituiu Donald Trump - aliado do então primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu – na Presidência dos Estados Unidos, em janeiro deste ano.

Mas o fim do “reinado” de Benjamin Netanyahu, no poder em Israel durante 12 anos, e a formação de um novo Governo com Naftali Bennett na liderança, abriram caminho para um recomeço das relações.

Em meados de junho, o Presidente norte-americano declarou “estar ansioso por trabalhar” com Bennett.

O ultranacionalista Bennett mantém a mesma posição que Netanyahu quanto ao acordo nuclear de 2015 com o Irão, e acusa Teerão de ter avançado com planos para obter armamento nuclear.

Por isso, numa reunião em junho em Roma, o novo ministro dos Negócios Estrangeiros de Israel, Yair Lapid, transmitiu ao secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, as suas “objeções” às negociações de Viena para salvar esse acordo nuclear com o Irão.

Os Estados Unidos, que se retiraram desse acordo em 2018, pretendem voltar a integrar o pacto, se chegarem a acordo com Teerão e os restantes países signatários, pelo que esse tema promete ser o mais tenso da reunião entre Biden e Bennett.

A visita do primeiro-ministro Bennett fortalecerá a duradoura parceria entre os Estados Unidos e Israel, refletirá os laços profundos entre os nossos Governos e os nossos povos [e] sublinhará o compromisso inabalável dos Estados Unidos com a segurança de Israel”, assegurou hoje a porta-voz da Casa Branca.

A 28 de junho, Biden tinha já recebido em Washington o Presidente israelita, Reuven Rivlin, que realizava uma viagem de despedida antes de ser substituído na chefia do Estado por Isaac Herzog, a 09 de julho.

No início de agosto, Naftali Bennett nomeou um novo embaixador de Israel nos Estados Unidos, o general-brigadeiro na reserva Michael Herzog, irmão do Presidente israelita.

/ MJC