As autoridades belgas decidiram administrar a vacina da AstraZeneca a pessoas com mais de 41 anos, na sequência de recentes avaliações emitidas pela Agência Europeia do Medicamento (EMA).

Já a vacina de Janssen vai ser administrada sem limite de idade

A EMA confirmou a segurança de ambas as vacinas, não sugerindo a sua restrição a qualquer grupo etário.

A decisão da Bélgica foi acordada pelos ministros federal e regionais de saúde numa conferência interministerial, na qual também confirmaram que as pessoas inoculadas com a primeira dose da vacina AstraZeneca vão recebê-la também na segunda, independentemente da idade, noticiou o jornal francófono Le Soir.

Anteriormente, a Bélgica apenas administrava a vacina da AstraZeneca a pessoas com mais de 56 anos.

As autoridades belgas decidiram ainda integrar mulheres grávidas no grupo prioritário para a vacinação contra a covid-19.

Na sexta-feira, a EMA destacou que os benefícios da vacinação com a AstraZeneca continuam a superar os riscos em todas as faixas etárias, embora quanto mais idade tiver a pessoa, mais claros são os efeitos da proteção,

No que diz respeito à vacina Janssen, o regulador europeu também subscreveu esta semana a sua segurança, apesar de reconhecer a sua "possível ligação" com oito casos raros de tromboembolismo, por considerar que o equilíbrio entre os benefícios e o risco da vacina continua positivo.

O uso da vacina da AstraZeneca foi restringido na maioria dos países da UE devido a casos raros de trombose relacionados com a sua aplicação, sendo as suas doses administradas apenas a pessoas com mais de 50, 55 ou 60 anos, em muitos países.

/ CM