Ana Gomes revelou esta segunda-feira que, antes de avançar para as presidenciais, falou com Marisa Matias para uma candidatura única. O debate desta segunda-feira entre as candidatas presidenciais ficou marcado por uma série de tentativas de distanciamento entre as duas.

A candidata apoiada pelo Bloco de Esquerda começou por frisar que, apesar da "amiga" Ana Gomes ser também "adversária do mesmo campo político", o seu adversário direto é mesmo Marcelo Rebelo de Sousa.

Ao longo destes anos todos, fomos companheiras, amigas e também adversárias políticas. Tivemos tomadas de decisão muito diferentes em relação a muitas matérias" destacou, numa tentativa de se distanciar, lembrando que, há cinco anos, Ana Gomes propôs ao PS apresentar Maria de Belém como candidata: "Não me apoiou".

Ana Gomes rejeitou de imediato a afirmação de Marisa Matias, esclarecendo que apoiou Sampaio da Nóvoa. E nenhuma deu o braço a torcer.

"Seja como for", prosseguiu Marisa, ao apresentar as diferenças: "Temos propostas diferentes... a minha candidatura é aquela que melhor representa aquilo que têm sido lutas essenciais desta geração e para o futuro em relação ao ambiente, proteção dos direitos dos animais, alterações climáticas e luta pela igualdade".

Apesar de ter alinhado no jogo de Marisa, quando questionada sobre porque não avançou com uma candidatura única, Ana Gomes "culpou" o Bloco de Esquerda.

A lógica de uma candidatura da Marisa é muito diferente da minha. Falámos numa primeira fase (sobre a candidatura única) e eu entendo que o partido da Marisa a tenha apoiado para concorrer".

Mas Marisa não desistiu de provar o quão distintas são as candidaturas, rejeitando uma possível "fraturação do eleitorado de esquerda".

Ana Gomes critica "contradições de Marisa Matias"

Ana Gomes traçou uma série de diferenças para com Marisa Matias e disse ainda não entender a decisão do Bloco de Esquerda face ao Orçamento do Estado para 2021.

Não entendo que o Bloco de Esquerda tenha votado contra o Orçamento do Estado", afirmou Ana Gomes.

A candidata apontou também contradições entre a "Marisa dirigente do BE" e a Marisa candidata à Presidência", que a eurodeputa refutou.

Não entendo como é que o BE votou contra o Orçamento e como Marisa diz que não vetaria este Orçamento", atirou Ana Gomes.

Frisou, no entanto, que não é por si "que não haverá convergência à Esquerda". 

Fique a par de tudo o que acontece sobre as Eleições Presidenciais de 2021 com a TVI24.

Pode também acompanhar todos os debates entre os candidatos ao minuto, aqu

Rafaela Laja