A Polícia Judiciária realizou buscas na casa do presidente da Proteção Civil, Carlos Mourato Nunes, no sequência do caso das golas inflamáveis.

Foi uma das oito buscas domiciliárias que a PJ realizou esta quarta-feira.

No âmbito deste caso, a Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária (PJ) fez buscas em vários locais, entre os quais o MAI e a sede da Proteção Civil. 

A polémica das golas, recorde-se, nasceu em julho passado, por suspeitas de que eram inflamáveis. Uma teoria que os testes feitos acabaram por desmentir, mas as notícias não se ficaram por aí, e puseram a nu todo o negócio, levando o Ministério Público a abrir um processo que corre termos no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).