O Parlamento aprovou esta quarta-feira a renovação do estado de emergência, dando assim instrumentos ao Governo para fazer face à crise pandémica provocada pela covid-19.

Este é o 15.º estado de emergência em Portugal desde março de 2020. O diploma foi aprovado por mais 15 dias, até 30 de abril, "nos mesmos termos da última renovação".

Votaram a favor da renovação PS, PSD, CDS, PAN e a deputada não inscrita Cristina Rodrigues. O Bloco de Esquerda absteve-se, enquanto PCP, PEV, Chega, IL e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira votaram contra. 

Na quinta-feira passada, Marcelo Rebelo de Sousa expressou o desejo de que esta "fosse a última renovação do estado de emergência, coincidindo com o fim do mês de abril".

O ministro da Administração Interna, que falou esta quinta-feira no Parlamento, admitiu que pode haver uma "pausa no desconfinamento" nos concelhos com maior taxa de incidência, se for necessária.

Rafaela Laja