A mulher que matou o companheiro e confessou o crime à GNR atirou óleo de fritar sobre o homem. A informação consta num comunicado da Polícia Judiciária (PJ), divulgado esta terça-feira.

O crime aconteceu na segunda-feira, no rés do chão de um prédio, na Moita, distrito de Setúbal, depois de a mulher, de 54 anos, ter saído de casa para levar o filho à escola.

Antes de desferir duas facadas no companheiro, a mulher atirou-lhe óleo de fritar a elevada temperatura.

Segundo a PJ isto aconteceu após uma discussão com a vítima, "um homem de 27 anos com quem vivia maritalmente".

Ao que a TVI conseguiu apurar, a mulher tinha várias marcas de agressões no corpo e disse aos militares que tinha cometido o crime em legítima defesa, uma vez que era vítima de violência doméstica. 

A detida será presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.