Portugal vai receber 6,9 milhões de doses de vacinas do lote de 300 milhões de doses contra a Covid-19 que a União Europeia vai adquirir.

De acordo com fonte do Infarmed, em declarações à TVI, Portugal é um dos países europeus que irá beneficiar desta aquisição conjunta, estando em curso outros processos de negociação para a aquisição de vacinas para a COVID-19. 

Estas vacinas serão adquiridas pelos países da UE, com parte do valor a ser financiado pelo Instrumento de Apoio de Emergência da Comissão Europeia.

As primeiras 690 mil vacinas podem chegar ainda este ano, provavelmente em dezembro e as restantes doses não deve estar disponíveis antes de 2021.

Estas quase sete milhões de doses são suficientes para dois terços da população portuguesa.

Portugal regista esta quarta-feira duas mortes por covid-19 e 253 casos confirmados de infeção em relação a terça-feira, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim da DGS sobre a situação epidemiológica, desde o início da pandemia até hoje registaram-se no país 54.701 casos de infeção confirmados e 1.786 mortes.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Redação