As notas no exame nacional de Matemática A melhoraram no ano de 2019, mas mais de um quarto das escolas ainda teve média negativa, segundo uma análise da Lusa a dados do Ministério da Educação.

No ano passado, 33.244 alunos do ensino secundário realizaram o exame nacional de Matemática A e a média de todas as provas foi de 11,82 valores, o que se revelou uma melhoria em relação ao ano anterior, segundo uma comparação realizada pela Agência Lusa tendo por base dados do Ministério da Educação (ME).

Dos 615 estabelecimentos de ensino onde se realizou a prova, 175 “chumbaram”, já que a média das notas dos seus alunos foi abaixo de 10 valores.

Comparando com o ano anterior, registou-se uma diminuição de escolas com negativa, de 40% para 28,25%.

A escola com melhores resultados volta a ser um estabelecimento de ensino particular, mas o lugar é agora ocupado pelo Colégio Mira Rio, em Lisboa, onde a média dos 10 alunos levados a exame em 2019 foi de 17,45 valores.

VEJA TAMBÉM:

Segue-se o Externato Senhora do Carmo, no Porto (17,37 valores), e em 3.º lugar surge a primeira escola pública, com uma média de 17,27 valores: a Escola Básica e Secundária Pedro Alvares Cabral, em Belmonte, Castelo Branco, volta a ser a pública com melhores resultados a Matemática, tendo subido três lugares no ‘ranking’ graças às notas dos quatro alunos que realizaram o exame e conseguiram uma média de 17,27 valores.

Em quarto e quinto lugar aparecem o Colégio Nossa Senhora da Paz, no Porto (17,02 valores), e o Colégio Valsassina, em Lisboa (16,82 valores).

A segunda escola pública mais bem classificada surge em 11.º lugar e é nos Açores. Os sete alunos da Escola Básica e Secundária das Flores, em Santa Cruz das Flores, obtiveram uma média de 16,01 valores.

No entanto, a Região Autónoma dos Açores é a zona do país com piores resultados a Matemática (média de 9,57 valores), numa análise feita pela Lusa tendo em conta as notas por distrito.

Por outro lado, é no distrito com melhor média nacional a Matemática que se encontra a terceira melhor escola pública: a secundária José Falcão, em Coimbra, é a 3.º pública mais bem classificada, surgindo em 35.º do ranking geral, com uma média de 14,87 valores.

Tendo levado 101 alunos a exame, a secundária José Falcão é a quarta melhor a nível nacional, entre estabelecimentos públicos e privados com mais de 100 provas realizadas.

Já no fim da lista, com piores resultados, há seis escolas com médias abaixo dos 5 valores. A média dos cinco alunos da escola Secundária da Baixa da Banheira, em Setúbal, foi de 2,56 valores, muito abaixo da nota atribuída pelos professores pelo trabalho realizado ao longo do ano na escola (11 valores).

Em termos de distritos, Lisboa e Porto lideram em número de provas realizadas, mas Coimbra regista a média nacional mais alta (12,43 valores).

As 10 escolas com melhores notas a matemática:

Escola

Distrito

Média CIF (Classificação Interna Final)

Média Exame (Valor)

Média Exame (%)

Colégio Mira Rio

Lisboa

16,7

17,45

174,5

Externato Senhora do Carmo

Porto

16

17,37

173,7

Escola Básica e Secundária Pedro Álvares Cabral

Castelo Branco

16,5

17,28

172,8

Colégio Nossa Senhora da Paz  

Porto

17,86

17,03

170,3

Colégio Valsassina

Lisboa

15,85

16,83

168,3

Colégio de São Francisco de Assis

Estrangeiro

15,13

16,78

167,8

Colégio Nova Encosta

Porto

14,71

16,76

167,6

Colégio Horizonte

Porto

15,57

16,39

163,9

Academia de Música de Santa Cecília

Lisboa

16,25

16,3

163

Colégio Terras de Santa Maria

Aveiro

17,03

16,06

160,6

 As 10 escolas com piores notas a matemática

Escola

Distrito

Média CIF (Classificação Interna Final)

Média Exame (Valor)

Média Exame (%)

Escola Básica e Secundária Miguel Torga

Bragança

13

6,1

61

Escola Básica e Secundária da Ponta do Sol

Madeira

13,82

5,49

54,9

Escola Portuguesa do Lubango

Estrangeiro

12

5,3

53

Escola Básica e Secundária de Nordeste

Açores

12,08

5,08

50,8

Escola Secundária Alexandre Herculano

Porto

12,52

4,9

49

Salesianos de Évora

Évora

11,67

4,47

44,7

Escola Básica e Secundária do Cerco do Porto

Porto

12,1

4,4

44

Escola Portuguesa da Guiné-Bissau

Estrangeiro

10,64

4,07

40,7

Escola Básica e Secundária de Vila Flor  

Bragança

12,5

7,79

37,9

Escola Secundária da Baixa da Banheira

Setúbal

11

2,56

25,6

Mais de 90% das escolas com média positiva a Português

As notas no exame nacional de Português continuam a subir e mais de 90% das escolas tiveram positiva na média das classificações dos seus alunos, segundo uma análise realizada pela Lusa a dados do Ministério da Educação.

No ano passado, 617 escolas secundárias levaram alunos internos a realizar o exame nacional de Português e as notas voltaram a subir: 92,3% dos estabelecimentos conseguiram ter uma média positiva, enquanto no ano anterior a média rondou os 80%.

A Academia de Música de Santa Cecília, em Lisboa, lidera o ‘ranking’ elaborado pela Lusa, tendo levado apenas quatro alunos a exame, cuja média foi de 17,72 valores.

Em 2.º lugar da lista surge um estabelecimento de ensino público: os 23 alunos da Escola Básica e Secundária de Vila Cova, em Barcelos, conseguiram uma média de 17,5 valores.

As escolas privadas ocupam os 20 lugares seguintes da lista, surgindo depois a Escola Secundária de Silves, em Faro, que ocupa o 23.º lugar com uma média de 14,29 valores dos 80 exames realizados pelos seus alunos internos.

A nota média da disciplina que leva mais alunos a exame - mais de 55 mil - foi de 11,84 valores, no ano passado, segundo uma análise realizada pela Lusa tendo em conta apenas os alunos internos que realizaram a prova na 1.º fase.

Os distritos que conseguiram melhores resultados foram Viseu, Porto e Santarém, enquanto as regiões com piores resultados foram Portalegre, Açores e Setúbal.

As 10 melhores escolas a Português:

Escola

Distrito

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Média Exame

(Valor)

Média Exame

(%)

 

Academia de Música de Santa Cecília

Lisboa

15,75

17,725

177,25

Escola Básica e Secundária de Vila Cova, Barcelos

Braga

15,13

17,5

175

Colégio Integrado de Monte Maior

Lisboa

13,38

15,62

156,26

Colégio Horizonte

Porto

15,85

15,61

156,14

Colégio Terras de Santa Maria

Aveiro

18,13

15,55

155,56

Colégio Internacional de Vilamoura

Faro

15,72

15,55

155,54

Colégio Luso-Francês

Porto

15,77

15,46

154,66

Colégio João Paulo II

Braga

16,32

15,43

154,36

Colégio Nossa Senhora do Rosário

Porto

17,19

15,34

153,41

Colégio de Santa Doroteia

Lisboa

13,75

15,34

153,40

As 10 piores escolas a Português:

Escola

Distrito

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Média Exame

(Valor)

Média Exame

(%)

 

Escola Básica e Secundária de Ínfias, Vizela

Braga

13,83

8,93

89,38

Escola Básica e Secundária Dr. Mário Fonseca, Nogueira, Lousada

Porto

13,11

8,67

86,77

Escola Secundária Arquitecto Oliveira Ferreira, Vila Nova de Gaia

Porto

14,61

8,51

85,11

Escola Básica e Secundária Aquilino Ribeiro  

Lisboa

12,37

8,49

84,96

Escola Portuguesa Ruy Cinatti, Díli

Estrangeiro

12,70

8,25

82,58

Escola Básica e Secundária de Alfândega da Fé

Bragança

13,15

8,05

80,52

Escola Básica e Secundária Padre José Agostinho Rodrigues

Portalegre

12,33

7,86

78,66

Escola Básica e Secundária da Calheta

Região Autónoma dos Açores

11,68

7,77

77,75

Escola Portuguesa da Guiné-Bissau

Estrangeiro

11,06

7,67

76,73

Escola Secundária Fonseca Benevides

Lisboa

11,62

7,33

73,37

Quatro em cada dez escolas reprovam a Biologia

Quatro em cada dez escolas do ensino secundário tiveram média negativa no exame nacional de Biologia e Geologia em 2019, piorando os resultados em relação ao ano anterior, segundo dados do Ministério da Educação.

Com quase 26 mil exames realizados no verão de 2019, as notas desceram ligeiramente, passando de uma média de 10,93 valores para 10,69, segundo uma análise feita pela Lusa a dados do Ministério da Educação.

Num universo de 620 escolas, houve 247 (39,8%) onde a média dos resultados dos seus alunos foi negativa, o que também revela o agravamento das notas, já que no ano anterior sete em cada dez estabelecimentos de ensino tiveram média positiva a Biologia e Geologia.

A lista feita pela Lusa é agora liderada pelo Colégio Cedros, no Porto (média de 16,8 valores), seguindo-se o Colégio de São Francisco de Assis, em Luanda, e a Academia de Santa Cecília, em Lisboa.

Já a Escola Secundária João Gonçalves Zarco, em Matosinhos, é a pública com melhor média (33.º lugar do ‘ranking’ geral), seguindo-se a escola Cunha Rivara, em Arraiolos (36.º lugar do ‘ranking’ geral), e a Clara de Resende, no Porto.

Porto, Coimbra e Braga são os três distritos com melhores desempenhos médios nesta prova.

Já no fundo da tabela surgem as escolas no estrangeiro, onde a média de todos os exames foi de 9,26 valores, seguindo-se o distrito de Portalegre e a Região Autónoma da Madeira.

As raparigas voltaram a ter um melhor desempenho neste exame, com uma média de 10,74 valores contra a média de 10,63 valores dos rapazes, naquela que é uma das mais importantes provas para quem quer seguir cursos superiores na área da Saúde.

 As 10 escolas com melhores classificações no exame de Biologia:

Escola Distrito

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Média Exame

(Valor)

Média Exame

(%)

Colégio Cedros  Porto 17,66 16,8 168
Colégio de São Francisco de Assis, Luanda   Estrangeiro 14,83 16,3 163
Academia de Música de Santa Cecília Lisboa 14,88 16,1 161
Colégio Nossa Senhora do Rosário  Porto 17,90 15,84 158
Colégio da Rainha Santa Isabel  Coimbra 16,56 15,79 157,9
Colégio Efanor Porto 17,66 15,76 157,6
Colégio D. Diogo de Sousa Braga 17 15,73 157,3
Colégio Mira Rio Lisboa 16 15,58 155,8
Colégio de Lourdes Porto 16,63 15,10 151,09
Salesianos do Estoril Lisboa 16,31 14,94 149,47

 As 10 escolas com piores classificações no exame de Biologia:

Escola Distrito

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Média Exame

(Valor)

Média Exame

(%)

Escola Secundária de Vila Nova de Paiva Viseu 13,38 6,76 67,61
Escola Secundária de Camarate Lisboa 10,75 6,72 67,25
Escola Básica e Secundária do Baixo Barroso, Venda Nova, Montalegre Vila Real 12,71 6,12 61,28
Escola Básica e Secundária D. Lucinda Andrade Região Autónoma da Madeira 13,45 6,09 60,90
Escola Portuguesa da Guiné-Bissau  Estrangeiro 13,4 5,9 59
Escola Básica e Secundária Padre José Agostinho Rodrigues Portalegre 13,83 5,76 57,66
Escola Secundária Fonseca Benevides   Lisboa 12,75 5,63 56,37
Escola Básica e Secundária Professor António da Natividade, Mesão Frio  Vila Real 16,08 5,52 55,25
Escola Portuguesa do Lubango  Estrangeiro 14,62 4,36 43,62
Externato Álvares Cabral Lisboa 13 3,4 34

Seis em dez escolas"chumbam" a Física e Química

Seis em cada dez escolas tiveram média negativa no exame nacional de Física e Química do secundário em 2019, piorando os resultados do ano anterior, e é um estabelecimento público na Madeira que lidera o ‘ranking’ elaborado pela Lusa.

A Escola Básica e Secundária com Pré-escolar e Creche do Porto Moniz, na Madeira, foi o estabelecimento mais bem classificado na prova de Física e Química, segundo uma análise feita pela Lusa tendo por base dados disponibilizados pelo Ministério da Educação relativos aos exames nacionais realizados no ano letivo de 2018/2019.

No entanto, a Madeira é a zona do país com piores resultados a esta disciplina, segundo uma comparação por distritos realizada pela Lusa, em que a região autónoma aparece em último lugar.

No entanto, os dois alunos da secundária de Porto Moniz que prestaram provas a Física e Química destacaram-se ao conseguirem uma média de 16,15 valores, levando a escola a ocupar o 1.º lugar do ‘ranking’ da Lusa, no qual aparecem outras duas escolas públicas entre as 20 mais bem classificadas (no ano passado havia apenas uma).

Os 92 alunos da escola secundária Infanta Dona Maria, em Coimbra, tiveram uma nota média de 13,94 valores, que valeu um 17.º lugar do ‘ranking’, e a Escola Básica e Secundária Henrique Sommer, em Leiria, levou 17 alunos a exame que conseguiram uma média de 13,91 valores, ficando classificados em 18.º lugar.

Coimbra e Leiria são dois dos distritos com melhores médias a esta disciplina, surgindo respetivamente em 1.º e 3.º lugares do ‘ranking’ que compara as 20 regiões.

Num universo de 618 escolas que levaram mais de 26 mil alunos internos a realizar esta prova, "chumbaram" 375, ou seja, 60% dos estabelecimentos de ensino obtiveram uma média abaixo dos 10 valores.

Comparando com o ano anterior houve um agravamento das notas, já que em nos exames de 2018 houve cerca de 45% de escolas com média negativa.

Física e Química foi, no ano passado, a disciplina com a média positiva mais baixa (10,04 valores). Os alunos só tiveram piores resultados médios a Filosofia (média de 9,76 valores).

Os cinco distritos com melhores resultados a Física e Química foram Coimbra, Porto, Viseu, Leiria e Viana do Castelo. Já a região Autónoma da Madeira (média 8,24 valores), Bragança e Açores surgem como as regiões com piores médias.

As 10 melhores escolas a Física/Química:

Escola

Distrito

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Média Exame

(Valor)

Média Exame

(%)

 


Escola Básica e Secundária com Pré-escolar e Creche do Porto Moniz

Região Autónoma da Madeira

18

16,15

161,5

Colégio D. Diogo de Sousa

Braga

16,74

15,54

155,43

Colégio Nossa Senhora do Rosário

Porto

17,06

15,51

155,14

Colégio do Sagrado Coração de Maria  

Lisboa

16,37

15,28

152,86

Colégio Efanor

Porto

17,82

15,229

152,29

Academia de Música de Santa Cecília

Lisboa

15,44

15,222

152,22

Colégio Internacional de Vilamoura

Faro

16,14

15,17

151,71

Colégio Minerva

Setúbal

16,88

14,91

149,11

Colégio da Rainha Santa Isabel

Coimbra

17,19

14,71

147,19

Colégio Bartolomeu Dias

Lisboa

15,9

14,48

144,85

As 10 piores escolas a Física/Química:

Escola

Distrito

Média Classificação Inferna Final (CIF)

Média Exame (Valor)

Média Exame (%)

Escola Básica e Secundária de Lajes do Pico

Açores

13,93

4,4

44

Colégio Arautos do Evangelho

Braga

11

4,2

42

Escola Básica e Secundária Mestre Domingos Saraiva  

Lisboa

15,56

3,83

38,3

Escola Básica e Secundária da Povoação

Açores

14,18

3,81

38,1

Escola Básica e Secundária Passos Manuel

Lisboa

12,64

3,76

37,6

Escola Portuguesa da Guiné-Bissau

Estrangeiro

11,5

3,67

36,7

Escola Básica e Secundária da Graciosa

Açores

12,4

3,44

34,4

Escola Secundária Fonseca Benevides

Lisboa

11,8

2,72

27,2

Escola Portuguesa do Lubango

Estrangeiro

13,63

2,7

27

Externato Álvares Cabral

Lisboa

10

1,8

18

Notas do 9.º ano melhoram ligeiramente e alunos de música destacam-se

As notas melhoraram nos exames nacionais do 9.º ano, mas a maioria das escolas voltou a “chumbar”, segundo uma análise da Lusa, que mostra o sucesso académico dos alunos dos conservatórios e escolas de música.

As 10 melhores escolas do 9º ano:

Escola Distrito

Média do Exame 

(Valor)

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Externato Escravas Sagrado Coração de Jesus Porto 4,43 3,96
Externato As Descobertas Lisboa 4,425 4,05
Colégio Cedros Porto 4,423 4,34
Colégio dos Plátanos Lisboa 4,38 3,22
Colégio Grande Colégio Universal Porto 4,28 4,04
Colégio Rainha Santa Isabel Coimbra 4,26 4,14
Colégio Moderno Lisboa 4,24 3,67
Colégio D. Diogo de Sousa Braga 4,22 4,26
Colégio Luso-Francês Porto 4,20 3,86
Externato Senhora do Carmo Porto 4,19 4,07

As 10 piores escolas do 9º ano:

Escola Distrito

Média do Exame 

(Valor)

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Escola Básica Integrada de Rabo de Peixe Região Autónoma dos Açores 2,02 2,82
Escola Básica D. Pedro Varela Setúbal 2 3,25
Escola Básica Nun' Álvares - Seixal Setúbal 1,97 2,82
Escola Básica de Torre de Dona Chama Bragança 1,93 3,43
Escola Básica de Amareleja Beja 1,93 2,91
Escola Básica da Apelação Lisboa 1,87 2,55
Escola Básica Francisco de Arruda Lisboa 1,86 2,96
Escola Básica de Miragaia, Porto Porto 1,8 2,73
Escola Básica do Vale da Amoreira Setúbal 1,718 2,92
Escola Básica do Miradouro de Alfazina Setúbal 1,711 2,88

No ano passado, os estudantes do 9.º ano realizaram mais de 184 mil exames nacionais a Português e Matemática e a média de todas as provas foi de 3,03 valores (numa escala de zero a cinco), segundo uma análise feita pela Agência Lusa a dados disponibilizados pelo Ministério da Educação.

No entanto, a maioria dos estabelecimentos de ensino “reprova” quando se faz a média das notas nos exames dos alunos internos de cada escola: num universo de 1.242 escolas, 52% tiveram média negativa, contra 47% positivas.

Apesar dos baixos resultados, quando comparado com o ano anterior, regista-se uma ligeira melhoria, já que as escolas com média positiva subiram de 43% para 47%, mantendo assim uma tendência que já se vinha registando nos últimos tempos.

As escolas privadas voltaram a liderar a tabela da Lusa que prioriza apenas os melhores resultados nos exames e, este ano, o primeiro lugar é ocupado pelo Externato Escravas Sagrado Coração de Jesus, no Porto, seguindo-se o Externato As Descobertas, em Lisboa, e o Colégio Cedros, em Vila Nova de Gaia.

A primeira escola pública volta a surgir em 20.º lugar, à semelhança do que aconteceu no ano passado, mas agora é ocupado pela Escola Artística de Música do Conservatório Nacional, em Lisboa.

Em segundo lugar surge a Escola Artística do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, em Braga (40.º lugar do ‘ranking’ geral), e em 3.º a Escola Básica Vasco da Gama, em Lisboa (46.º lugar do ‘ranking’ geral).

Nesta lista destaca-se ainda a Escola Artística do Conservatório de Música do Porto, que aparece em 9.º lugar das públicas e em 73.º lugar do ‘ranking geral’, sendo a escola de música com pior média nacional, mas, mesmo assim, bem posicionada numa tabela de 1.242 estabelecimentos de ensino.

No ranking geral, que junta colégios e escolas públicas, aparecem outras escolas dedicadas ao ensino da música: o 11.º lugar é ocupado pelo Conservatório de Música de Barcelos, o 14.º pertence à Escola de Música de São Teotónio, em Coimbra, e em 23.º surge a Academia de Música de Vilar Paraíso, em Vila Nova de Gaia.

No ano passado, a maioria das escolas voltou a ter média negativa nas provas de Matemática e Português, mas esta é uma realidade que não se aplica aos colégios: Se 59% das escolas públicas “chumbaram”, entre os privados foram apenas 15% das instituições.

No ano passado, a média dos alunos na prova de Matemática voltou a ser negativa, mas houve uma ligeira melhoria (de 2,61 valores para 2,95 valores).

Já a Português, os alunos parecem ter tido mais dificuldades com a prova e a média nacional baixou de 3,39 para 3,12 valores.

As 10 melhores escolas no Exame de Matemática do 9º ano:

Escola Distrito

Média do Exame 

(Valor)

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Colégio dos Cedros Porto 4,76 4,53
Externato As Descobertas Lisboa 4,75 4,3
Externato Escravas Sagrado Coração de Jesus Porto 4,65 4
Colégio dos Plátanos Lisboa 4,57 3,30
Colégio Grande Colégio Universal Porto 4,54 4,05
Escola de Música São Teotónio Coimbra 4,48 3,76
Colégio D. Diogo de Sousa Braga 4,47 4,22
Externato Senhora do Carmo Porto 4,46 4,15
Colégio Rainha Santa Isabel Coimbra 4,44 4,13
Colégio Moderno Lisboa 4,43 3,70

As 10 piores escolas no Exame de Matemática do 9º ano:

Escola Distrito

Média do Exame 

(Valor)

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Escola Básica da Trafaria Setúbal 1,62 2,65
Escola Secundária Matias Aires Lisboa 1,61 2,86
Escola Básica Pintor Almada Negreiros Lisboa 1,60 2,578
Escola Básica Nun' Álvares - Seixal Setúbal 1,54 2,571
Escola Básica de Amareleja Beja 1,47 2,62
Escola Básica da Apelação Lisboa 1,42 2,71
Escola Básica de Torre de Dona Chama Bragança 1,37 2,87
Escola Básica de Miragaia, Porto Porto 1,33 2,73
Escola Básica do Miradouro de Alfazina Setúbal 1,30 2,73
Escola Básica do Vale da Amoreira Setúbal 1,25 2,83


As 10 melhores escolas no Exame de Português do 9º ano: 

Escola  Distrito

Média do Exame 

(Valor)

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Externato Escravas Sagrado Coração de Jesus Porto 4,21 3,93
Colégio dos Plátanos Lisboa 4,18 3,13
Externato As Descobertas Lisboa 4,1 3,8
Colégio Luso-Francês Porto 4,086 3,75
Colégio Rainha Santa Isabel Coimbra 4,084 4,154
Colégio Cedros Porto 4,07 4,153
Colégio Moderno Lisboa 4,06 3,64
Colégio São João de Brito Lisboa 4,04 3,50
Colégio Nossa Senhora da Paz Porto 4,02 3,34
Colégio Grande Colégio Universal Porto 4,01 4,0

As 10 melhores escolas no Exame de Português do 9º ano: 

Escola Distrito

Média do Exame 

(Valor)

Média CIF

(Classificação Interna Final)

Colégio D. Nuno Álvares Pereira Lisboa 2,33 2,83
Escola Básica Manoel de Oliveira, Porto Porto 2,32 3,28
Escola Básica do Vale da Amoreira Setúbal 2,32 3,03
Escola Básica de Paredes Porto 2,30 3,23
Escola Básica Alto do Lumiar Lisboa 2,30 2,84
Escola Básica de Miragaia, Porto Porto 2,26 2,73
Colégio Maria Pia (Casa Pia de Lisboa) Lisboa 2,23 2,84
Escola Básica Mestre de Avis Portalegre 2,21 3,30
Escola Básica do Miradouro de Alfazina Setúbal 2,13 3,04
Escola Básica Francisco de Arruda Lisboa 2,12 3,12
. / Publicado por António Guimarães