Nove dos 27 feridos do acidente com um autocarro que transportava turistas alemães em Santa Cruz, na Madeira, de acordo com o novo balanço feito pela equipa médica do hospital Dr. Nélio Mendonça.

Segundo a equipa médica, deram entrada no hospital 28 feridos, 10 homens e 18 mulheres, mas uma das vítimas veio a falecer na Unidade de Cuidados Intensivos. Os feridos têm entre os 40 e os 60 anos e entre as vítimas há dois feridos portugueses - um homem e uma mulher - que foram submetidos a cirurgias durante a noite.

"Dos 28 feridos que deram entrada, há a registar um falecimento, nove vítimas já tiveram alta, oito vítimas encontram-se internadas no serviço de ortopedia, quatro estão na Unidade de Cuidado Intensivos Polivalente e uma vítima encontra-se na Unidade de Cuidados Intermédios Ciúrgicos. Há a referir ainda que seis vítimas encontram-se em observação no serviço de Urgência. No total, cinco doentes - dois portugueses e três estrangeiros - foram submetidos a intervenções cirúrgicas no âmbito da especialidade de ortopedia e de cirurgia geral", afirmou Pedro Freitas, diretor-adjunto do hospital, acrescentando que durante o dia de hoje será ainda feita uma intervenção cirúrgica a uma das vítimas.

As vítimas mortais, 12 homens e 17 mulheres, são todas alemãs e, até sábado, a Medicina Legal espera conseguir iniciar os processos de identificação e de entrega dos corpos.

"Entraram 28 corpos, sendo 17 mulheres e 12 homens. O serviço de Medicina Legal espera que até sábado consiga iniciar os processos de identificação e de entrega dos corpos", afirmou Tomásia Alves, presidente do Conselho de Administração do Serviço de Saúde da Região da Madeira.

Esta quinta-feira, o Governo decretou os 18, 19 e 20 de abril como dias de luto nacional, "como forma de expressão de pesar e de solidariedade de toda a população nacional para com as vítimas, e suas famílias, do trágico acidente com um autocarro de turismo, na Região Autónoma da Madeira, que provocou a perda irreparável de vidas humanas". Já na quarta-feira, o Governo Regional tinha declarado três dias de luto.

Um acidente com um autocarro turístico da empresa SAM – Sociedade de Automóveis da Madeira, fretado pela Travel One, fez, na quarta-feira, 29 mortos e 27 feridos. O autocarro saiu da unidade hoteleira Quinta Splendida, a poucos metros da zona onde aconteceu o acidente, tendo o acelerador ficado preso, o que fez com que o pesado de passageiros ganhasse uma velocidade excessiva. O condutor fez com que o autocarro embatesse contra uma parede, de modo a tentar imobiliza-lo, mas acabou por se despistar, capotou e caiu em cima de uma habitação.

O Ministério Público abriu investigação ao acidente.