Greta Thunberg chegou esta terça-feira a Lisboa e dedicou o seu primeiro passeio na capital à descoberta de uma das zonas mais icónicas de Portugal: o bairro da Graça.

Numa publicação no Instagram, a jovem ativista sueca afirmou que vai ficar alguns dias em Lisboa a descansar, antes de rumar a Madrid.

Provavelmente pareço um bocadinho bêbada. Ando aos tropeções nas bonitas ruas de Lisboa com as minhas pernas habituadas à agitação marítima", disse, admitindo que vai agora "passar os próximos dias a escalar a rocha" sob a qual esteve a viver nas últimas três semanas "para tentar acompanhar o mundo novamente".

 
 

A ativista foi recebida com euforia na Doca de Santo Amaro e apelou a todos para manterem pressão sobre os políticos com vista ao combate à crise climática.

Instada a comentar a forma como alguns adultos a veem - como uma criança zangada -, respondeu que “as pessoas subestimam a força das crianças zangadas”, acrescentando: “Estamos zangados, frustrados, por uma boa razão. Se querem que deixemos de estar zangados, parem de nos tornar zangados".