O Governo prevê que cerca de 85% dos portugueses tenham a vacinação completa em outubro, naquela que será a última fase de "libertação" das medidas restritivas.

Segundo as metas apresentadas hoje pelo primeiro-ministro, é esperado que cerca de 70% dos portugueses tenham a vacinação completa no início de setembro, daí dar início à segunda fase.

António Costa referiu que estas são as metas previstas, de acordo com o plano da task-force do plano de vacinação.

A partir do próximo domingo há novas medidas - começa a fase 1 - porque "57% da população portuguesa venha a estar completamente vacinada, isto é, com as duas doses de vacina” nessa data.

O primeiro-ministro admitiu a possibilidade de antecipar algumas das medidas deste novo plano, se o ritmo da vacinação for mais rápido.

“Se tivermos a felicidade de as datas indicadas para completar cada uma destas fases da vacinação serem concluídas mais cedo, as restrições também poderão ser eliminadas mais cedo."

No entanto, Costa também não afasta a necessidade de recuar se a situação epidemiológica se agravar.

“Nós iremos manter uma monitorização permanente da evolução da pandemia e, tal como sempre fizemos no passado, não hesitaremos em parar ou mesmo recuar se for necessário, em função da evolução da pandemia."

Catarina Pereira / com Lusa