Uma bebé de quatro meses morreu vítima de covid-19 em Portugal, depois de ter sido infetada no seio familiar.

A diretora-geral de Saúde, Graça Freitas, revelou em conferência de imprensa que a bebé tinha nascido com uma cardiopatia grave, sendo que a causa da morte final foi um choque séptico, depois de a doença congénita da criança ter sido agravada pela infeção por covid-19.

A situação da covid-19 levou ao agravamento desta patologia e ao aparecimento de uma consequência cardíaca que é muito descrita nacional e internacionalmente nos casos muito graves e que é uma miocardite”, começou por referir Graça Freitas.

Graça Freitas realçou o facto de a situação ter sido notificada como um óbito por covid-19 “pela codificadora da DGS mais reputada”, que tem “formação dada pela Organização Mundial da Saúde” (OMS).

O óbito da criança aconteceu no hospital D. Estefânia em Lisboa, onde estava internadaadiantou a ministra da Saúde, Marta Temido.

Esta é a primeira morte por covid-19 de uma criança em Portugal.

Portugal regista esta quarta-feira mais 253 casos de covid-19 e dois óbitos, segundo o relatório de situação da Direção-Geral da Saúde, que compila dados das últimas 24 horas.

As duas mortes foram registadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, que conta mais 159 casos

Rafaela Laja