Uma festa de três dias estará na origem do surto de Covid-19 no Bairro da Jamaica, segundo a autarquia do Seixal, no distrito de Setúbal.

Vários jovens de diversos concelhos da área metropolitana de Lisboa participaram numa festa na Aroeira, em Almada, nos dias 1, 2 e 3 de maio, onde terão estado os casos positivos identificados no Bairro do Vale de Chícharos, mais conhecido por Bairro da Jamaica, na Amora.

Na mesma festa estiveram jovens de outro bairro do Seixal - Santa Marta, em Corroios -, onde foram registados os restantes casos de infeção pelo novo coronavírus.

Na terça-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou a existência de 32 casos positivos em bairros comunitários do Seixal, com metade dos casos identificados no Bairro da Jamaica.

A Câmara do Seixal conta que foi alertada pelas autoridades de saúde no passado dia 14 de maio e que, no dia seguinte, as mesmas autoridades pediram a colaboração da autarquia em "ações de sensibilização" em Vale de Chícharos e Santa Marta.

Nos dias 16 e 18 de maio, equipas da Câmara Municipal e da Polícia de Segurança Pública deslocaram-se aos dois bairros, "esclarecendo e distribuindo máscaras a todos os moradores".

Os moradores foram, também, "sensibilizados para a necessidade de evitar ajuntamentos e atividades que os potenciem" e alertados "para a necessidade de confinamento".

   
Catarina Machado