Com o constante aumento do números de novos casos de infeção por covid-19, são vários os alertas que têm sido deixados por parte do Governo sobre um Natal diferente. 

António Costa chegou a dizer que "não vamos poder estar todos juntos na noite da consoada", enquanto Marcelo Rebelo de Sousa apelou às famílias para se prepararem para ter de festejar o natal de forma diversa do tradicional.

VEJA TAMBÉM:

Recorde-se que 68% dos casos de infeção estão relacionados com os convívios familiares. Nesse sentido, e para aqueles que pretendem cumprir com as normas do Governo e das autoridades de saúde, deixamos aqui cinco dicas para organizar uma festa de Natal virtual. 

Aposte no cenário

Um Natal diferente não precisa necessariamente de ser triste ou aborrecido. Uma vez que vamos estar todos ligados através de uma qualquer plataforma digital, aposte todos os cartuchos no cenário. 

Luzes, molduras, um pai natal, uma rena. Na verdade, até pode criar um espécie de competição familiar. Quem tiver o cenário mais criativo, ganha um prémio: um doce caseiro, por exemplo. Não precisa de gastar muito dinheiro, basta ser criativo. 

Claro que também pode, e deve, vestir-se a rigor. Camisolas com luzes, um chapéu de pai natal, uma bandolete com árvores de natal, são acessórios fáceis de encontrar e que fazem toda a diferença no espírito natalício. 

Jantar e beber juntos

Bom, também podem cozinhar juntos, mas salpicar o telemóvel ou o computador com gordura talvez não seja a melhor ideia. Por isso, sentem-se 'juntos' à mesa.

Podem revelar o que é que cada um cozinhou, mostrar o aspeto dos pratos e a decoração da mesa. 

Não se esqueça de brindar. Independentemente das distâncias, o importante é manter os laços familiares.

Entretenimento à mistura 

Aqui a criatividade é mesmo o segredo. Pode aproveitar para fazer um karaoke natalício, contar umas anedotas e porque não um truque de magia? 

Também pode fazer uma ronda de histórias embaraçosas vividas com algum membro do agregado familiar. Todos teriam de contar pelo menos uma. 

Outra ideia, mas que teria de ser preparada de véspera, seria um concurso de postais de natal. As regras ficam ao seu critério.  

Jogos, aquilo que não pode faltar

Hoje em dia existem uma série de jogos virtuais que permitem jogar com várias pessoas à distância. Caso seja mais tradicional, aposte em jogos como o STOP ou a mímica.

Pode trautear musica para que alguém tente adivinhar o que é que está a cantar ou preparar um quiz com perguntas sobre os vários membros da família. 

Mas fica aqui um conselho: como estes jogos, por vezes, se tornam muito viciantes e competitivos, é melhor jantar primeiro.

Abrir os presentes

Sabe aquele clássico do pai natal disfarçado a entrar pela casa a dentro? Também pode ser feito à distância.  O familiar eleito pode ir indicando quem é que vai abrindo o presente e, assim, esse momento acabar por ser vivido por todos ao mesmo tempo. 

Pense neste Natal como uma oportunidade para reunir a família, dentro das limitações que podem vir a ser impostas. Lembre-se que todos os cuidados são importantes, dentro e fora de casa.

Pode ainda consultar o guia de como evitar contágios nas reuniões familiares.

Cláudia Évora