Francesco Pelle, o italiano de 44 anos detido pela PJ, em Lisboa, a 20 de Abril, por pertencer à máfia calabresa, a Ndrangheta, foi esta manhã levado para Itália debaixo de fortes medidas de segurança, sabe a TVI.

A PJ transportou-o em segredo até ao aeroporto militar de Figo Maduro, onde Pelle era aguardado por um jato do governo italiano que o levou de volta àquele país.

 

Pelle está condenado em Itália a prisão perpétua por cinco crimes de pertença a organização criminosa, homicídio e danos corporais graves.

Foi localizado e detido no âmbito de um mandado de detenção europeu, quando se encontrava internado na unidade de cuidados intensivos do hospital de São José, a recuperar de covid-19.

 

Henrique Machado