Portugal acelerou definitivamente a vacinação contra a covid-19, o que se começa a refletir nos números a nível nacional, mas também lá fora. Segundo o site OurWorldinData, o nosso país foi o segundo que mais vacinou nos sete dias entre 29 de junho e 5 de julho, data que tem o registo mais atualizado naquela plataforma.

Apenas atrás da Islândia, Portugal chegou a dar 1,75 doses por cada 100 habitantes, ficando acima de todos os outros Estados-membros da União Europeia, e ainda duas vezes acima da média comunitária.

De resto, refira-se que a Islândia apenas apresenta dados até ao dia 2 de julho, ainda que nessa data tenha dado mais de 2 doses por cada 100 habitantes.

Aqui, destacar também a campanha de vacinação da Gronelândia, que no OurWorldinData aparece como um território à parte, mas que geograficamente faz parte da Dinamarca. Com muita pouca população, a gigante ilha coberta de gelo ficou acima de Portugal no referido período, mas sendo apenas uma região autónoma, não conta como país.

Portugal fica assim bem acima de países como Espanha, França, Itália, Alemanha ou Canadá.

Na cauda da tabela estão os países cujas campanhas de vacinação estão mais avançadas, como é o caso de Estados Unidos, Reino Unido ou Israel, que estão agora numa trajetória descendente de inoculações, encontrando-se grande parte da população totalmente vacinada.

Os dados do OurWorldinData vão ao encontro de esforço de vacinação feito por Portugal, depois de a task force ter anunciado que queria administrar 1,7 milhões de doses em duas semanas, numa campanha que faz parte do combate ao surgimento da quarta vaga em Portugal.

Com efeito, a ministra da Saúde anunciou esta quarta-feira que Portugal bateu o recorde de vacinação nas últimas 24 horas, com mais de 150 mil doses administradas em todo o território.

Desta forma, é provável que os dados de Portugal se mantenham estáveis no topo da tabela.

António Guimarães