A Direção-Geral da Saúde vai atualizar as suas orientações em relação à testagem da covid-19.

Os testes serão alargados a todos os contactos, tanto de alto, como de baixo risco.

A DGS também prevê a “disponibilização generalizada de testes rápidos de antigénio” nas unidades de saúde do SNS.

As novas orientações vão dar conta de “rastreios regulares”, com este tipo de textos, nas escolas e “setores de atividade com elevada exposição social”, como nas fábricas e na construção civil.

Na nota enviada às redações, a DGS diz que está a “acompanhar a evidência científica, as recomendações internacionais e o consenso de peritos e parceiros nacionais e internacionais”.

“Atendendo à situação epidemiológica atual, quer pela emergência das novas variantes de SARS-CoV-2, quer pela diminuição da incidência diária de casos de infeção, a DGS vai atualizar as suas orientações, no sentido de reforçar e alargar as indicações para a realização de testes laboratoriais de forma a antecipar um desconfinamento controlado, e otimizar a capacidade laboratorial do país, gradualmente expandida durante o ano de 2020.”

Catarina Pereira