Já vão em 650 os passageiros em terra, sem voos, nos Açores. A SATA Air Açores, que assegura as ligações entre as nove ilhas, não conseguiu realizar, até ao início da tarde desta terça-feira, ligações com os grupos central e ocidental devido ao mau tempo.

O porta-voz da transportadora aérea açoriana, António Portugal, disse à agência Lusa que, "até às 14:00 locais (mais uma hora em Lisboa), os aviões da SATA Air Açores não saíram de Ponta Delgada (São Miguel) com destino aos aeroportos do grupo Central (Terceira, Pico, são Jorge, Graciosa e Faial) e Ocidental (Flores e Corvo)" devido às condições meteorológicas. Quanto à Azores Airlines, "está a efetuar a ligação Lisboa/Horta".

A depressão Diana, que está a afetar os Açores, já obrigou hoje à interdição do acesso à Montanha do Pico e ao encerramento da Casa da Montanha, ficando também fechado o Monumento Natural da Caldeira Velha, em São Miguel, informou o executivo açoriano.

A Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas fez saber que os seguintes troços de estrada também foram encerrados parcialmente: no Ramal da Areia Larga (Areia Larga – Madalena) foi vedada a circulação automóvel no troço compreendido entre a Rua Dr. Arriaga Nunes e a Canada João Paulino; no Ramal do Calhau (Monte – Candelária) foi vedada a circulação automóvel na rampa de acesso ao Porto do Calhau; no Ramal do Porto de São Mateus (São Mateus) foi vedada a circulação automóvel desde a entrada nascente até ao caminho municipal de acesso ao campo de jogos do Boavista Futebol Clube.

Devido ao estado do mar, a autoridade marítima determinou também hoje o fecho a toda a navegação dos portos das Poças, em Santa Cruz das Flores, e nas Lajes do Pico.

Já o Governo Regional dos Açores determinou o encerramento das escolas, creches e jardins-de-infância nos grupos Central (Terceira, São Jorge, Graciosa, Faial e Pico) e Ocidental (Flores e Corvo).

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) emitiu aviso vermelho para as Flores e para o Corvo referente a agitação marítima, que vai vigorar até às 18:00 de hoje.

Até ao momento, a rajada máxima registada foi de 138 quilómetros por hora, na ilha das Flores, às 05:30 locais.

O aviso vermelho é o mais elevado dos avisos meteorológicos e representa uma situação meteorológica de risco extremo.