O avião que caiu em Minas Gerais, no Brasil, provocando a morte a cantora Marília Mendonça e mais quatro pessoas, terá batido em cabos de alta tensão ao descer para a pista.

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) admitiu que cerca de 33 mil clientes de seis cidades, ficaram sem energia elétrica devido ao acidente com o avião nesta sexta-feira, disse a empresa em comunicado.

Segundo a Cemig, o avião atingiu o cabo de uma torre de distribuição no município de Caratinga. Os municípios atingidos foram: Ipanema, Conceição de Ipanema, Taparuba, Pocrane, Mutum e São José do Mantimento.

Segundo o site de notícias da Globo, alguns pilotos que sobrevoaram a região de Piedade de Caratinga, no Vale do Rio Doce, na sexta-feira à noite também relatam que o avião "rasgou" fios de alta tensão. 

O mesmo site recorda que os órgãos aéreos da região já tinham recebido relatos de outros pilotos antes do acidente, nos meses de setembro e agosto, de que os fios elétricos atrapalhariam as manobras de aterragem no aeródromo de Caratinga. São relatos denominados de Notam (Notificação Aeronáutica) e que indicam dados sobre riscos e alertam outros pilotos que se dirigem à região sobre perigos para operar no local.

O avião, um bimotor "King Air", da Beechccraft, caiu numa catarata a dois quilómetros da pista do aeródromo de Caratinga​​​​​​, segundo informação da Polícia Militar Mineira.

Neste momento, decorre uma investigação ao acidente e irá ser feita uma perícia nos destroços do avião, assim como irão ser ouvidas testemunhas e  recuperados documentos relativos à pista de Caratinga e ao avião.

"Na ação inicial, os investigadores identificam indícios, fotografam cenas, retiram partes da aeronave para análise, ouvem relatos de testemunhas, reúnem documentos, etc. Não existe um tempo previsto para essa atividade ocorrer, dependendo sempre da complexidade da ocorrência", afirmou a Força Aérea Brasileira (FAB) em comunicado.

"O objetivo das investigações realizadas pelo Cenipa é prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os fatores contribuintes."

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião de Marília Mendonça estava com a documentação em dia e tinha autorização para fazer esta viagem.

A cantora brasileira Marília Mendonça, de 26 anos, e um dos nomes de maior sucesso do estilo musical sertanejo, morreu na tarde de sexta-feira após o avião em que seguia ter caído perto de uma cachoeira no interior de Minas Gerais, confirmaram fontes oficiais.

A morte da artista foi confirmada inicialmente pelos bombeiros e, posteriormente, pela assessoria da cantora, que num primeiro comunicado havia informado que a jovem havia sido resgatada com vida da aeronave de pequeno porte.

Além de Marília, perderam também a vida no acidente os restantes ocupantes da aeronave: o seu produtor, o seu tio, o piloto e o co-piloto do avião, que tinha capacidade para seis passageiros.

Maria João Caetano