O FBI confirmou, esta quinta-feira, que os restos mortais encontrados num parque na Florida são de Brian Laundrie, namorado de Gabby Petito, a jovem norte-americana que foi estrangulada até à morte.

Uma comparação dos registos dentários confirmou que os restos mortais encontrados na Reserva Memorial T. Mabry Carlton Jr. e no Parque Ambiental Myakkahatchee Creek são de Brian Laundrie", pode ler-se no comunicado do FBI.

Os restos mortais de Brian Laundrie foram encontrados na quarta-feira, numa área que esteve coberta de água. Fonte próxima da investigação disse à CNN que os restos mortais “aparentam ter estado ali durante algum tempo”.

Junto aos restos mortais, foram encontrados uma mochila e um computador que pertenciam a Brian Laundrie, o jovem de 23 anos que se tornou o principal suspeito da morte da namorada, após uma viagem dos dois em que foram registados momentos de tensão entre o casal.

A jovem de 22 anos foi vista pela última vez no dia 24 de agosto, quando estava a sair de um hotel em Salt Lake City. Gabby falava regularmente ao telefone com os pais, mas a partir de determinada altura passou a fazê-lo por mensagens.

Os pais questionam se essas últimas mensagens terão sido realmente escritas pela filha. A última vez que Gabby entrou em contacto com os pais foi no final de agosto, quando o casal estava na área do Parque Nacional de Grand Teton, tendo sido aí que se iniciou a busca.

No dia 1 de setembro, Laundrie regressou a North Port com a carrinha de Gabby - uma van Ford Transit de 2012 - mas sem a namorada. 

No dia 11 de setembro, a família de Gabrielle participou o seu desaparecimento às autoridades. A polícia foi a casa de Brian Laundrie para tentar obter informações, mas ele recusou-se a falar com a polícia e, pouco depois, saiu de casa com uma mochila, dizendo aos pais que ia passar uns dias na reserva natural.

Rafaela Laja