O principal suspeito do rapto de Cleo Smith tinha um quarto em casa cheio de bonecas de brincar. De acordo com os meios de comunicação australianos, que identificam o raptor da criança de quatro anos como Terence Kelly, foram publicadas fotografias nas redes sociais do homem a segurar duas bonecas Bratz.

O homem foi acusado de uma série de crimes, incluindo o rapto da criança, que desapareceu a 18 de outubro quando acampava com a família num parque da Austrália Ocidental.

Terence Kelly, de 36 anos, foi também visto a comprar várias bonecas da Disney e outros brinquedos do género numa loja há alguns anos.

Quarto em casa de Terence Kelly

Além das fotografias com as bonecas Bratz, o homem publicou também várias selfies em que aludia ao gosto pelas referidas bonecas.

A identidade do suspeito foi divulgada esta quarta-feira pelas autoridades, depois de ter sido detido na madrugada de quarta-feira, cerca de uma hora depois de a polícia encontrar Cleo Smith em sua casa.

A criança de quatro anos acabou por ser encontrada com vida e sem ferimentos aparentes.

O suspeito de raptar Cleo Smith foi entretanto transferido para uma prisão de segurança máxima, em Perth, capital da Austrália Ocidental.

O alegado raptor foi transferido por questões de segurança, uma vez que não só sofreu ferimentos autoinfligidos que levaram a duas hospitalizações durante o curto espaço de tempo que esteve detido em Carnarvon, como foi tornada pública a sua obsessão por bonecas.

A polícia australiana considerou, por isso, que são "razões óbvias" que justificam a sua transferência da pequena cidade costeira, a quase mil quilómetros de Perth.

A transferência foi seguida de perto por uma equipa de agentes de operações especiais e alguns meios de comunicação conseguiram registar o momento em que o suspeito chegou ao aeroporto.

António Guimarães