A Inpeção-Geral da Administração Interna está a investigar o disparo de uma bala de borracha por parte de um agente da PSP, durante os festejos do título do Sporting, que deixou um adepto cego de um olho.

A notícia está a ser avançada pelo jornal Expresso e diz respeito a Ricardo Santos, que deu uma entrevista em exclusivo à TVI. 

 

O projétil atingiu o jovem de 24 anos na região ocular do lado direito da face e desde então perdeu a visão nesse olho.

O rapaz foi transportado para o Hospital de Santa Maria, por volta das 3:30 da manhã de dia 12 de maio, de onde acabou de sair com pouca esperança de voltar a ver daquele olho e com 15 pontos na testa, às 18:00.

O adepto leonino explica que chegou ao Marquês de Pombal por volta das 00:30 e só queria festejar o título de campeão nacional do Sporting, 19 anos depois.

Entretanto, dois irmãos afirmaram à TVI que assistiram ao momento em que o adepto foi atingido num olho por uma bala de borracha, disparada pela PSP. Inês e Daniel Costa garantem que Ricardo Santos não estava embriagado e que não foi violento com a polícia. Os irmãos acrescentam que estão disponíveis para testemunhar no processo do adepto contra a PSP.

Redação / HCL