Pela terceira vez, o lançamento do foguetão da companhia Astra falhou. Em vez de subir para o espaço, o engenho começou a "pairar" para os lados.

Um dos cinco motores ter-se-á desligado menos de um segundo depois da descolagem.

Ainda assim, o foguetão atingiu uma altitude de aproximadamente 50 quilómetros, antes de regressar em segurança à Terra. 

Apesar da falha, Chris Kemp, CEO da Astra, mostrou-se "extremamente orgulhoso" da sua equipa.

O espaço pode ser difícil, mas, como este foguetão, não vamos desistir", escreveu o CEO da Astra, na rede social Twitter.

A falha fez com que o preço das ações da empresa caíssem quase 20%. 

Lamentamos não termos sido capazes de cumprir todos os objetivos da missão, no entanto retiramos uma enorme quantidade de dados deste voo-teste", afirmou Chris Kemp, em comunicado.

O incidente está agora a ser investigado pela própria empresa.

LEIA TAMBÉM:

Redação / IC