As pessoas mais jovens e saudáveis poderão ter de esperar até 2022 para serem vacinadas contra a covid-19, mesmo que a vacina esteja pronta no próximo ano. O aviso foi feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A cientista da OMS Soumya Swaminathan alertou que os profissionais de saúde e os grupos de risco serão os primeiros a ter acesso a uma vacina, quando esta for produzida.

Penso que uma pessoa saudável, mais jovem poderá ter de esperar até 2022 para ser vacina", vincou.

A responsável explicou que, apesar de estarem a decorrer vários ensaios clínicos para a produção de uma vacina, o acesso em massa é bastante improvável e que será necessário dar prioridade a determinados grupos da população.

A maioria das pessoas concorda que se deve começar pelos profissionais de saúde, pelos trabalhadores na linha da frente de combate à pandemia, mas mesmo nesse grupo temos de definir quem são os profissionais de maior risco, os que são mais velhos e por aí fora”, referiu.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e oitenta e sete mil mortos e mais de 38,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Portugal alcançou na quarta-feira o número de casos de covid-19 diário mais elevado desde o início da pandemia de covid-19, num total de 2.072.

Em Portugal, morreram 2.117 pessoas dos 91.193 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

O aumento do número de novos casos de covid-19, nos últimos dias, levou o Governo a decidir implementar oito novas medidas para combater a pandemia.

Sofia Santana