Pelo menos 18.259 pessoas em todo o mundo morreram com Covid-19 desde o aparecimento da doença em dezembro e mais de 400 mil foram infetadas com o novo coronavírus, segundo um balanço com dados atualizados esta terça-feira às 19:00.

De acordo com dados compilados pela agência AFP a partir de fontes oficiais, mais de 404.020 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados em 175 países e territórios desde o início da epidemia, em dezembro de 2019 na China.

A agência noticiosa francesa, adverte, no entanto, que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infeções, já que um grande número de países está a testar apenas os casos que requerem atendimento hospitalar.

Desde a contagem feita às 19:00 de segunda-feira, ocorreram 2.133 novas mortes e 42.510 novos casos em todo o mundo.

Os países com mais mortes nas últimas 24 horas são a Itália, com 743 novas mortes, Espanha (514) e França (240).

A Itália, que registou sua primeira morte ligada ao coronavírus no final de fevereiro, tem agora 6.820 mortes, em 69.176 casos, sendo que 743 mortes e 5.249 novos casos foram anunciados hoje, enquanto 8.326 pessoas foram dadas como curadas pelas autoridades italianas.

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou um total de 81.171 casos (78 novos entre segunda-feira e hoje), incluindo 3.277 mortes (sete novas) e 73.159 recuperações.

Os países mais afetados depois da Itália e da China são a Espanha, com 2.696 mortes (39.673 casos), o Irão, com 1.934 mortes (24.811 casos), a França, com 1.100 mortes (22.302 casos) e os Estados Unidos, com 600 mortos (49.768 casos).

Desde segunda-feira às 19:00, Arábia Saudita, Islândia, Cabo Verde anunciaram as primeiras mortes ligadas ao vírus, enquanto a Birmânia anunciou o diagnóstico dos primeiros casos.

A Europa totalizou até às 19:00 desta terça-feira, 212.842 casos (11.921 mortes), a Ásia 98.895 casos (3.573 mortes), os Estados Unidos e Canadá 51.847 casos (624 mortes), o Médio Oriente 29.508 casos (1.972 mortes), a América Latina e Caribe 6.567 casos (98 mortes), a Oceânia 2.225 casos (nove mortes) e África 2.137 casos (62 mortes).

Esta avaliação foi realizada usando dados coletados pelos escritórios da AFP das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em Portugal, há 33 mortes, mais 10 do que na segunda-feira, e 2.362 infeções confirmadas, segundo o balanço feito esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde, que regista 302 novos casos em relação a segunda-feira (mais 14,7%).

Dos infetados, 203 estão internados, 48 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 22 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 2 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 2 de abril.

/ CE